sexta-feira, 8 de junho de 2012


Enquanto a Secretária de Cultura Professora Gilda vê paisagem, a juventude de Mata Roma vê a banda passar, mas nas cidades vizinhas. É uma verdadeira imigração matarromense à  procura de diversão em cidades próximas, foi assim no carnaval deste ano - considerado um dos piores de todos os tempos - com umas bandas classe “z”, sem conhecimento do público, a chiadeira foi geral, forçando a maiorias dos foliões  a imigrarem para Chapadinha, cidade vizinha (36 km). No dia 11 de Março, aniversário da cidade a programação foi meia boca, sem ter muito o que fazer, o jeito foi acompanhar as inaugurações das reformas, com a participação da banda Marcial de Chapadinha. Dia 1º de maio, dia do trabalhador; foi ainda pior, pois não aconteceu nada no feriado, mais uma vez forçou os trabalhadores a imigrarem para Anapurus, cidade vizinha a (06 km). Festa junina se aproximando as cidades vizinhas já tem todo um roteiro de programação, inclusive já deram o pontapé inicial, mas Mata Roma...adivinhem!!! até agora nada, já é grande a mobilização nas redes sociais reclamando da falta de compromisso com a Cultura na  cidade, e não é por falta de verba, só este ano a cidade recebeu para o carnaval um montante de R$ 300.000,00 (Trezentos mil reais), fazendo inveja a muitas cidades grande. Contudo não dá para entender o porquê de tudo isso, pois a secretaria de cultura dispõe de recursos suficientes para esses tipos de festividades e não aplica, bem que  a secretária poderia espelhar-se na cidade de Chapadinha local onde reside.

“A cultura está acima da diferença da condição social”Confúcio

Poeta do Absurdo

2 comentários:

  1. Nessa hora eu queria ver o capitão nascimento dizendo!!!! PEDE PRA SAIR, PEDE PRA SAIR.KKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  2. meu caro heverton ja notei qe voce e cego mesmo chapadinha ta uma capoeira nen parece q tem prefeito,vc ñ sabe ne mora em sao luiz,antenor ferreira ñ reclama da situacao de chapadinha porque é pucha saco de danubia carneiro, a prefeita.

    ResponderExcluir